quarta-feira, 18 de maio de 2011

Porque é que quando damos tudo por tudo para ajudar alguém não vêm isso como um acto puro e simplesmente amigável? Porque é que até quando estamos doentes, não deixam de nos massacrar? Porque é que quando damos tudo de nós em alguma coisa, para alguém nunca fazemos o suficiente? Porque é que acham sempre o pior de nós quando só mostramos o nosso único, pacifico e sincero  lado? Porque é que continuam a fazer-nos pensar que somos as piores pessoas do mundo quando sabemos perfeitamente que esse não é o nosso papel? Porque é que fazem de nós a má da fita quando na verdade, esse alguém é que o é? Porque é que nunca reconhecem o nosso valor e nos mandam a baixo como se não houvesse amanhã? Porque é que quando estamos mais felizes do que nunca, têm sempre o dom de nos deixar tristes e revoltadas?
Gostava verdadeiramente de saber, mas como tudo na vida, já sei que ninguém me vai saber responder a isto.
Enviar um comentário