sábado, 4 de outubro de 2014

Faz-me imensa confusão

Ver comentários das mães nas fotografias dos filhos no facebook: "é linda mas é minha", "adoro-te filha, estás tão bonita", "este é o meu menino, que orgulho".. Ver fotografias de mãe e filha e descrições a dizer: "a melhor mãe do mundo, a minha melhor amiga, adoro-te".
Ouvir telefonemas entre mães e filhos, as mensagens que trocam, como se fossem amigos e não mãe e filhos.
Vê-los a pedir opiniões às mães sobre a roupa que irão comprar para sair naquela noite. Sobre quando combinarão um jantar lá em casa com os amigos. Ou até só avisarem que vão dormir a casa daquela pessoa. Serem os pais a ir buscá-los às 6h da manhã quando a discoteca fechar.
Levarem os namorados que conhecem há 2 meses lá a casa e serem já os genros ou noras maravilhosos, que podem dormir lá quando quiserem. Irem de férias e levarem os namorados atrás, como se fizessem já parte da família.
Quando as mães falar super bem dos seus filhos às amigas, que são o orgulho da família, tão inteligentes porque vão para a faculdade.
Entre muitas outras coisas..

E sabem porque é que me faz tudo confusão?
Não é porque sinta ciúmes, ou porque não quero que essas coisas aconteçam às pessoas que me rodeiam.
É porque faça o que fizer, está sempre tudo mal. Porque há 1 semana que parecemos estranhas cá em casa, para não falar nas fases (desde sempre) em que isso acontece. Porque não sei o motivo de tal silêncio e não vou ser eu (outra vez) a correr a trás para ficar tudo bem. Porque apesar de assim não ser controlada a toda a hora, é uma estupidez cumprimentar-nos com beijos e nada dizer o dia todo. E porque desde que descobriu que tenho namorado, não faz qualquer pergunta e está amuada.
É assim a minha relação com a minha mãe que, como podem constatar, não é de amigas e muito menos de mãe e filha. Infelizmente.
Enviar um comentário