terça-feira, 11 de maio de 2010

Um inferno


Foi no que se tornou a minha vida. A culpa não é tua, nem nunca será. O problema é meu, só meu. No que me tornei, por certas e determinadas acções, palavras, sentimentos. Tudo o que quero é ser feliz, o que é muito impossível agora. Controlada 24h por dia, sem sequer um 'bom dia' ou um 'olá', só com respostas rudes e cruéis. Preciso de descansar, ter o meu tempo e espaço. Ser eu, voltar ao meu eu. Seguir a minha vida, sem mais contratempos, sem mais desculpas ou obstáculos estúpidos que me arruínam os dias e as noites. Revolta, essa é a palavra certa para o que sinto, para o que estou a viver. O mal está a vencer o bem. Porquê?!
Enviar um comentário