sábado, 3 de abril de 2010

Uma longa viagem

Uma viagem, a de ida. A melhor que podia ter, com saudades de voltar para casa, mas com uma certa saudade de voltar para trás e ficar. As minhas viagens são sempre longas, porque faço-as assim. Quando era criança, as viagens eram longas, por outras razões é certo, mas eram piores, enjoativas e muito cansativas. Agora, o melhor das viagens é mesmo o ventinho na cara, o olhar e observar as coisas, as paisagens e as pessoas ao pormenor, sem um simples desviar do olhar. Ao som daquelas músicas que acompanham a viagem em todo o seu trajecto. Sempre fui muito observadora, daí o meu fascínio pela natureza, pela fotografia e afins. Por entre aqueles campos encontravam-se dezenas de rebanhos, milhares de flores e árvores. Aquele Alentejo foi, sem dúvida, das melhores paisagens fotográficas que encontrei :)
Enviar um comentário