terça-feira, 16 de março de 2010

Meu querido diário (gráfico)

Que saudades que eu tinha tuas. Parece que decidiram todos levar as coisas que mais gosto, mas finalmente tenho-as de volta.
Agora somos só tu, eu e as ideias malucas que vou integrar nas tuas belas páginas brancas.
Enviar um comentário