terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Malditos inquéritos

Vá lá, vá lá, apanharam-me com disposição e de bom humor. Uma mulher de voz doce, faz-me montes de perguntas: a minha idade, o meu grau de habilitações, a minha profissão, a profissão dos meus pais, quantos membros fazem parte do agregado familiar, quem vai às compras aqui em casa, se sou eu a responsavel por tal, se contribuo mais ou menos que outra pessoa do agregado familiar para pagas as contas, as habilitações literárias dos meus pais.. e assim do nada, sem ter nada a ver com o assunto, fala-me de máquinas de café, pergunta-me se tenho máquina de café em casa, da marca Dolce Gusto, Nespresso, Expresso, eu disse que tinha uma da primeira marca. Entretanto pergunta-me que marcas de máquinas conheço, diz-me a marca de umas 50 máquinas e eu só respondo 'sim' e 'não' (bem podia ter posto um gravador ou assim, ja estava a adormecer), depois diz para eu responder a cada pergunta de '0 a 10', e as perguntas foram: 'da marca Dolce Gusto, acha que é fiável?' (8), 'é luxuoso e tem design?' (9), 'é apreciada por pessoas que normalmente bebem café?' (8).. enfim, se fosse a dizer todas as perguntas que ela me faz, não saía daqui -.- Ia fazer-me estas perguntas todas sobre todas as marcas de máquinas, deve pensar que tenho a vida dela. Teve sorte por ter uma pessoa assim disponível para responder a um questionário de 15 minutos! Mas.. NUNCA MAIS ME APANHAM NUMA DESSAS! :c
Enviar um comentário