domingo, 13 de novembro de 2011

Quem me manda a mim

fazer experiências no meu cabelo? Tranças para aqui, tranças para ali, de todos os feitios e tamanhos. Depois é o que se vê. Então quando há chuva, ui, não há ningém que o aguente (nem a escova), vira selvagem!

Enviar um comentário