segunda-feira, 4 de julho de 2011

Desde sempre

Pelo menos desde que me lembro, quando a minha mãe fazia um bolo, eu, como se diz, 'rapava sempre o tacho'. Não deixou de ser meu hábito, pois cada vez que acontece tal milagre (sim, é raro a minha mãe fazer um bolo), lá estou eu à espera para lamber a colher com que rapei o tacho. Pois bem, vai ser sempre assim. Há coisas que não mudam.


Enviar um comentário