segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Quero ser como tu

Só queria saber como me esqueceu tão facilmente, tão depressa, gostava de poder fazer o mesmo.
Prometi a mim mesma que não publicaria qualquer post dirigido a esta pessoa, mas estou a sentir necessidade de desabafar.
Já chega de remexer os meus sentimentos à procura de uma resposta para todas as perguntas que tenho entaladas na garganta e que por incrível que pareça, prefiro que não saiam da boca para fora.
Já não sente qualquer tipo de vergonha (talvez seja a palavra certa). Já nada lhe importa, nem sequer o que sinto. Mas um dia o que eu sinto vai acabar, para meu bem, espero que rápido.
Qualquer dia serei eu a rir-me, como me rio do seu desespero em mostrar que tem alguém do seu lado e que supostamente gosta dele, mas que não é correspondida, eu bem sei.
Quero esquecer, como essa pessoa o fez, assim sem mais nem menos.
Enviar um comentário