quinta-feira, 19 de agosto de 2010

19 de Agosto - Dia Mundial da Fotografia


A minha paixão pela fotografia nasceu quando ainda era eu muito nova.
Fui adquirindo várias máquinas fotográficas e todas elas me satisfizeram de maneiras diferentes e muito próprias, fazendo orgulhar-me de todos os trabalhos que até hoje concretizei. Ainda que, há uns anos, sem bases nem qualquer sabedoria sobre o assunto e o manuseamento das máquinas, experimentei, observei e revelei um enorme interesse sobre esta temática. A minha súbita paixão, aquela que me abriu os olhos para tudo o que viria a aprender com a fotografia foi quando pude andar sozinha com uma máquina minha, era uma Nikon, que apesar de não ser muito boa foi com esta que comecei a fazer experiências fotográficas de forma mais consciente, e apenas à menos de um ano é que adquiri a minha primeira reflex, uma Canon Eos 500D, a minha mais que tudo, que me permite obter fotos com bastante mais qualidade.
Sempre foi um sonho, que para mim era quase difícil realizar, mas, porém, a minha vontade de lutar por aquilo que queria era demasiada para me deixar derrotar. A fotografia para mim é tudo e poder usufruir dela é uma honra, é algo que já nasceu comigo, não sei. 
Agora, tenho uma colecção de máquinas fotográficas que, um dia, daqui a muitos anos, continuará a existir e a fazer-me recordar momentos que só com elas passei e ultrapassei, momentos esses que estão registados não só nas pastas do meu computador como na minha memória.
A fotografia além de ser tirada, tem de ser sentida e 'contar uma história', tem de ser vista como algo que ficou na memória, como algo que não se vai apagar, que transmite sentimentos e emoções, como algo inexplicável. Qualquer dia, poderei fazer dela a minha vida, quando me tornar o que sempre quis, fotógrafa profissional.
Obrigada ao meu 'amigo' Joseph Nicéphore Niépce por ter inventado tal coisa, coisa essa que sem ela, eu não poderia viver.
Enviar um comentário